segunda-feira, outubro 31, 2005

Melhorar a Patinagem?

Com frequência ouvimos criticas em relação ao modo como a patinagem artística (P.A.) portuguesa é conduzida em Portugal.
Eu próprio assumo um papel critico quanto à forma como as coisas são feitas e ao deserto de ideias dos principais responsáveis, leia-se: dirigentes.

Confesso que fico triste, ano após ano, quando vejo o enorme potencial deste país a ser massacrado pela incúria de muita gente. Ano após ano vejo gerações de patinadores mal tratadas.
Estando eu incluído nos lesados, isto durante a minha carreira de patinador. É triste mas é verdade.

Continuo a ver gerações e sonhos de atletas completamente destruídos por caprichos e guerras inúteis.

Soluções? Existem.
Obviamente, não existe uma solução única, nem milagrosa.

Alguém dizia que “O caminho faz-se caminhando”, ou seja, somente o bom senso, o dialogo e a capacidade de trabalho poderão direccionar a modalidade para uma rota que nos possa levar a “Bom Porto”.

Com este meu apontamento faço uma pergunta para todos reflectirmos:
O que é que eu posso fazer para melhorar a Patinagem Artística em Portugal?

6 Comments:

Anonymous Anónimo said...

eu respondo: vassourada aos que lá estão!!!!!!!

5:02 da tarde WET  
Anonymous Anónimo said...

não à violência.
os k lá estão vão fazendo o k eu kero, logo estão bem.
para melhorar só mesmo seleccionarem-me mais atletas

5:05 da tarde WET  
Anonymous Anónimo said...

Existe uma lógica na patinagem que está podre. Naturalmente deverá ser quebrada.
a lógica é dos caciques, e dos favorecimentos.
como se quebra? gravem os telefonemas. vai tudo p'rá pildra.
Acreditem.
Ecologicamente a patinagem melhorava.

5:11 da tarde WET  
Anonymous Cláudia said...

Este é um assunto muito interessante. E a minha opinião é que refila-se muito mas não se faz nada...
E se há assim tanta gente a refilar então suponho que o sistema está realmente corrompido e adulterado. As minhas sugestões são:
Como um dos anónimos disse, recorrer à justiça. Ou seja, agarrar em provas palpáveis e inquestionáveis e denúnciar os abusos a quem tem o poder e legitimidade para condenar o que está mal.
Ou então, como eu costumo dizer, se não os podes vencer... ignora-os. E neste caso sugeria às escolas de patinagem que, guiadas pelos seus principios, oferecessem aos atletas uma patinagem alternativa àquela imposta pelo sistema.
Deixo uma questão: Caso neste momento os principais responsáveis da PA deixassem os seus lugares à disposição... Haveria alguma equipa de pessoas competente, isenta de favoritismos e capaz de rectificar o que até aqui se fez mal disponivel para ocupar os lugares vagos?

11:08 da manhã WET  
Anonymous joão said...

à pergunta:
Haveria alguma equipa de pessoas competente, isenta de favoritismos e capaz de rectificar o que até aqui se fez mal disponivel para ocupar os lugares vagos?
A minha resposta é Sim, havia!
As equipas constroem-se.
Felizmente Portugal tem pessoas competentes.

Mas a experiência diz-nos que as pessoas vão para os gabinetes e depois caiem nos mesmos erros. Deixam de ter contacto com o mundo e o seu pulsar.
Eu já foi atleta e não me importava de aderir a um designio nacional onde através do dialogo e dedicação da maioria se pudesse convidar os melhores (com provas dadas) para avançar para a FPP -PA para o bem da modalidade.
1.ª Medida-
fazer um diagnostico para avaliar onde é que a modalidade está bem (e por isso não haveria necessidade de mudar) e onde está mal (e aí constituia um (ou vários) grupo(s) de trabalho de peritos para introduzir medidas) as modificações deveriam ter caracter provisório para se avaliar o impacto das mesmas.

5:50 da tarde WET  
Anonymous Anónimo said...

diagnosticos e outras coisas parcidas são coisas k esta gente ñ sabe fazer.
Estamos ainda à espera do livrinho e do filmito do jójó e da cris. agora diagnosticos??????
ñ me façam rir. kerem uma aposta? eles vão estar um ano p. fazer o pasquim e no final voces vão ver a bela m...

3:37 da tarde WET  

Enviar um comentário

<< Home

Free Hit Counters
Free Counter