quinta-feira, setembro 15, 2005

Atletas Excluidos -III- Repetição de episódios passados

A História da patinagem artistica portuguesa deverá ser relembrada:
Também em 2002 correu um movimento, aqui publico o manifesto:

«Um grupo de cidadãos (constituído por atletas, ex-atletas, treinadores, pais, familiares, simpatizantes da modalidade) quer criar um movimento de opinião no sentido de se tornar público situações que nada dignificam o Desporto, em geral, e a Patinagem Artística em particular. Servirá para alertar os responsáveis deste país, os responsáveis da modalidade que na Patinagem Artística giram interesses que nada têm a ver com a Verdade Desportiva.
Correu um texto nos Campeonatos Nacionais de Juniores, igual ao que em baixo se apresenta, por solicitação de várias pessoas colocamos esse texto neste site para possibilitar outras pessoas a juntar-se a este movimento de opinião, aumentando a lista inicialmente assinada.
Informa-se que iremos enviar o texto para a comunicação social:

Excelentíssimo Senhor Presidente da Assembleia Geral da Federação Portuguesa de Patinagem
Excelentíssimo Senhor Presidente da Direcção da Federação Portuguesa de Patinagem
Excelentíssimos Senhores Directores da Federação Portuguesa de Patinagem

Depois das últimas notícias sobre as representações de Portugal com vista às provas internacionais na modalidade de Patinagem Artística, temos por única opção repudiar o processo e a forma como foram feitas as mesmas, negligenciando toda a decência que o acto em si encerra.
Mais uma vez os critérios de escolha dos atletas para representar o nosso país nada têm a ver com os resultados dos Campeonatos Nacionais, antes pelo contrário. Verifica-se que se desrespeita e subverte-se o que se passou nos referidos Campeonatos, sendo estes, aliás, organizados e promovidos por V. Excelências.
O Campeonato Nacional desde sempre foi uma prova reconhecida e louvada por todos os agentes desportivos intervenientes na Patinagem Artística. É sem dúvida a competição mais importante do calendário desportivo interno. Assim sendo, pergunta-se, como é que se permite que alguém institucionalmente reconhecido e empossado por vós, venham V. Exas. depois dizer que o campeão nacional, o vice-campeão ou até o terceiro não têm mérito, direito, honra e a glória de representar o Pais?
Não é verdade que, ao ficarem no pódium, eles foram sem dúvida os que melhor trabalharam para alcançar a vitória? Que demonstraram no ringue que eram os mais audazes, os mais persistentes, os que em condições de grande pressão e de grande concentração competitiva conseguiram superar os demais? Então que sejam eles os nossos representantes. Só assim demonstramos que temos a humildade de os saudar, brindar e honrar com glória o mérito de serem campeões.
Não podem V. Excelências vir a público com discursos que é pelo Desporto que ensinamos os jovens a escolher as virtudes da sociedade, os meios da educação e das boas maneiras, as regras de convivência dentro das leis estabelecidas.
Não podem V. Excelências afirmar publicamente que têm como objectivo desviar os jovens dos caminhos da droga e da desordem e depois na prática fazer o contrário. Dar glória a quem menos trabalha ou trabalha mal, a quem se empenha menos no processo de treino desportivo, em prejuízo dos que com honra e glória os venceram.
Meus senhores, a maneira da conquistarmos os jovens e afasta-los da delinquência é exactamente através do ideal desportivo na sua génese, é precisamente através da igualdade de oportunidades, defender que ganhe o melhor, o que tem a maior capacidade e que mais trabalhou para alcançar a vitória, sem suma: a Verdade Desportiva. Todos estes valores, estes ideais, fazem do espaço desportivo uma escola de virtudes, de preparação para a vida, de uma formação de uma moral de respeito pela dignidade de uns para com os outros. Por isso mesmo quem diariamente através do treino e da assiduidade, demonstrando capacidade de sofrimento e entrega ao trabalho, consegue ser melhor, tem o direito de ser reconhecido por toda a Sociedade, deve ser o eleito para representar todos nós, todos os portugueses.
Por tudo isto e por nos parecer justo e coerente com a finalidade e os propósitos da Federação Portuguesa de Patinagem, Instituição de Utilidade Pública, vimos por este meio exigir uma acção imediata de V. Exas. com o intuito de pôr cobro a selecções onde os campeões não são escolhidos, sendo preteridos por atletas menos cotados, e, por isso, presumivelmente incapazes de representar o melhor de Portugal. As acções de escolha e selecção de atletas, bem como quaisquer outras, devem, em nosso entender, basear-se sempre em princípios de transparência, lealdade e respeito pelos atletas, devem instituir critérios previamente conhecidos por todos os agentes, sem excepção, visando a pacificação desses mesmos agentes e a necessária credibilidade da Federação Portuguesa de Patinagem.
Esta posição será tornada pública, pois trata-se não só de um assunto de interesse nacional, mas também por estarem implicados dinheiros públicos. Dinheiro dos contribuintes portugueses que se querem ver representados pelos nossos melhores atletas dignificando-se ao máximo o nosso PORTUGAL.
Assinaram mais de três dezenas de pessoas...

3 Comments:

Anonymous Madalena Ralha said...

Discordo abertamente da forma como trataram os patinadores.

Independemtente da bondade ou do alcance das medidas, acho errada e afrontosa a forma como abordaram esse problema.
Só mesmo quem não tem respeito pela condição humana faria uma coisa destas.
Pior era impossível.
Ass. Madalena Ralha

1:26 da tarde WEST  
Anonymous Anónimo said...

deviam ter sido uma centena de pessoas...quanto mais melhor...para ver se temos critérios de selecção

12:16 da manhã WEST  
Anonymous Anónimo said...

acho que coisas como esta, deviam-se fazer mais vezes... para acabarmos com estas injustiças... um atleta treina um ano inteiro para ter bons resultados e ser chamado a seleção... consegue os resultados mas não e chamado... um ano inteiro a trabalhar no duro... para dps... não ver o esforço recompensado... dps e normal que desistam da patinagem... por isso temos de lutar contra estas injustiças!

"Unidos venceremos. Divididos, cairemos."

bjs...

4:51 da tarde WEST  

Enviar um comentário

<< Home

Free Hit Counters
Free Counter