terça-feira, junho 07, 2005

A mulher de césar, os insultos, as difamações e coisas quejandas

Já escrevi isto uma vez. Por razões óbvias, volto a re-escrever.
Verifico que algumas pessoas não conseguem viver sem dizer mal dos outros.

Desde o início deste blogue tenho afirmado que o boato, a intriga e difamação não devem vir para este lugar.

A difamação ocorre na ausência do visado e vem já dos tempos antigos.
As relações da maledicência com os outros pecados da fala são numerosas. Partilha com o insulto, a maldição e a bajulação ou lisonja servil a classificação de pecado contra o próximo, mas aparece sempre separada destes outros pecados.
O insulto, filho da cólera, vira-se contra a honra de uma pessoa presente mas pouco considerada, enquanto que a maledicência, filha da inveja, ataca a reputação duma pessoa ausente.
A duplicidade cobarde do difamador que ataca a vítima pelas costas assemelha-se à simulação hipócrita do bajulador, que louva de maneira injustificada a pessoa que tem à sua frente.
São, pois, os instrumentos usados pelas pessoas que, bem vistas as coisas, manifestam um espírito cobarde.

Meus Senhores, vamos apenas a factos e deles vamos tentar reflectir com elevação. Este blogue é o exemplo dos sinais dos tempos. Vamos viver abertamente, sem jogadas de bastidores e num espírito de dialogo. Onde verdadeiramente se possa falar. Sem recorrer ao insulto.

Um dos problemas que nós portugueses temos é o uso do boato e da maledicência. Este problema nada tem a ver com a patinagem artística, é mesmo do país. É o país que temos. As pessoas da patinagem são o reflexo do país, e vice-versa.

Por favor, parem com esse tipo de conduta que, na minha modesta opinião, não leva a nada.

O objectivo deste blogue já foi mencionado. Quem quiser colaborar tem todo o direito (e dever), para o bem da patinagem artistica portuguesa.

A todos que têm responsabilidades na modalidade é necessário dizer claramente que "à mulher de césar não basta ser séria, é necessário parecer".
Quem exerce cargos tem que estar sujeito à critica. Exige-se, cada vez mais, transparência de meios e de métodos.
Todos estão convidados para vir a (este) terreiro defender a sua posição e, no caso de ser manchada, a sua honra.

Post scriptum:
Como dizia alguém: "Às vezes apetece-me escrever. Por que Diabo não hei-de partilhar as minhas ruminações convosco?" Júlio Machado Vaz in morcun

Pergunto, e vocês porque não partilham as vossas ruminações?

Obrigado!

11 Comments:

Anonymous Anónimo said...

.

12:04 da manhã WEST  
Anonymous Anónimo said...

...derrapagem?

4:26 da tarde WEST  
Anonymous Anónimo said...

Partilhem as vossas ruminações ...não as vossas frustações...este blog foi criado com um objectivo que algumas pessoas parecem esquecer...espaço de reflexão não espaço de insulto...acredito que possam dizer o mesmo sem insultar as pessoas e sem assinar...

Filipe

7:11 da tarde WEST  
Anonymous Anónimo said...

Olá o meu nome é joão!

estou de acordo com tudo o k dizem.
li e cheguei a esta conclusão: na federação apenas estão pessoas que estão lá para se servir.
já viram k a patinagem artistica não tem um unico dirigente ex-patinador.são todos paizinhos.

Já pensaram se na federação tivesse outro presidente, mais imparcial e competente, a cristina nunca teria lugar num grupo técnico federativo.

Nem ela nem o mario jorge.

Isto não é dizer mal é apenas constatação dos factos.

se houvesse o minimo de bom gosto e razoabilidade. nem ela nem o mário jorge têm trabalho p/ estar no corpo tecnico nacional.

não digo k não prestem. falo só do k vejo, do trabalho deles.
não tenho nada contra eles. mesmo nada.
apenas axo k a federação deveria ter pessoas capazes e idoneas.

Se escolhessem os melhores para trabalhar em conjunto, então chamavam o fernando andrade, pedro guerreiro, helena dias, pedro craveiro, ana rute, filipe sereno e outros treinadores que nos clubes têm trabalhado em prol da modalidade.são estes treinadores k fazem a patinagem portuguesa
joão

6:11 da tarde WEST  
Anonymous Anónimo said...

Concordo com o joão.

Fere ver que é feito tudo às claras.


Espero que os atletas não sejam prejudicados como no passado. Mas isso é pedir o impossivel

6:18 da tarde WEST  
Anonymous Anónimo said...

a constatação é que se portugal, neste momento, está mal a nível de técnicas usadas não é por falta de conhecimento delas. Tantos contactos. tantas vindas de treinadores. Como é que é?
Vamos deixar andar e deixar ver.
E o(a) joão sabe qual é o papel do corpo técnico? bem, aí também lhe digo que não sei, mas concerteza não será ensinarem técnicas que já existem há muitos anos.

11:45 da tarde WEST  
Anonymous Anónimo said...

expliquem-me!.
Quem é que paga aos treinadores para treinarem os atletas dos clubes?
Os treinadores são bem pagos?Quanto custa um par de patins?
E um fato? E dois?
Quem é que treina os atletas?
Quem é que decide quais são os atletas dos clubes que vão aos campeonatos nacionais? E em que condicções?
Em que condicções é que nos encontramos- portugal?
alguém responde?

2:16 da tarde WEST  
Blogger patinador said...

Resposta:
1-Quem paga aos treinadores são os clubes. Durante os periodos de férias, se os treinos continuarem, varia de caso para caso.
2- A conclusão de se ser bem pago é relativa. O Figo ganha uma pipa de massa e muito provavelmente (ele Figo) pensa que é o preço justo.
3- O preço de uns patins de competição pode começar nos 400 euros.
4- Os fatos podem ir de 100 euros a 1.000. Dois fatos, é fazer as contas.
5- Quem treina os atletas são os seus treinadores. Podendo haver situações diversas, varia.
6- Quem decide quais os atletas que vão aos campeonatos nacionais são os regulamentos, nas condições aí estabelecidas.
7-Em que condições é que nos encontramos? Não sei qual o ponto de visto a que se refere. Em termos de qualidade, na minha modesta opinião mal, muito mal.
Em termos de motivação dos agentes desportivos, pior. Se pretendemos olhar além fronteiras, então cada vez mais estamos longe. Cada vez mais num canto desta Europa.
Quase que arriscaria a dizer que de triângulo à beira mar implantado, Portugal (na patinagem artistica) está a mudar para: buraco à beira mar desterrado.
Um abraço amigo.

12:36 da tarde WEST  
Anonymous Anónimo said...

O problema é que a FPP deu demais inclusive a quem não merecia;vá lá tirar agora o milho ás galinhas!o importante é fazer parte da seleçao nacional, nem que os papás vendam a alma ao diabo e depois rezam o terço todos em pequenas assembleias !tenham vergonha olhem para os vossos comportamentos quando criticarem os outros!!!

10:13 da tarde WEST  
Anonymous Anónimo said...

não percebo esta última mensagem.
mas mesmo assim vou tentar descodificar.
Se não for assim digam-me.
a FPP só deu aos atletas da cristina que não mereciam ir lá fora e foram. o milho deve ser o tacho que agora arranjararm a estes.
o resto não consigo... uf! é muito dificil. é pena.
digam as coisa mais concretas porque já agora gostava de ficar a saber.gosto de saber noticias cor-de-rosa.

12:35 da tarde WEST  
Anonymous Anónimo said...

quem está de fora...racha lenha.
E se não entendeu o que foi dito, e mesmo assim tirou conclusões, é porque nem no exame nacional de português do seu tempo passou. logo não vale a pena estar a tentar explicar-lhe.
Veja telenovelas e não chateie.

12:38 da manhã WEST  

Enviar um comentário

<< Home

Free Hit Counters
Free Counter