terça-feira, março 07, 2006

Opinar VERSUS Ajuizar

Se no final de cada prova (livres, obrigatórias, danças obrigatórias ou dança livre) se perguntar ao juiz o que é que ele valorou, poucos são aqueles que tecnicamente fundamentam a sua decisão.
A grande maioria justifica-se com banalidades, do género: “é a minha opinião” ou “gostei mais”.
E este é que é o problema.
Em Portugal as pessoas que vão para juiz de patinagem artística pensam que vão para lá para opinar uma prova.
Em Portugal os juízes ficam-se pela opinião. Muitos deles despedidos de conhecimentos, outros com falta de honestidade, outros com mingua de honestidade intelectual.
Nada mais prejudicial para a evolução e credibilidade da patinagem artística.
Em Portugal não se separa os maus, dos mediocres, nem dos bons e dos honestos. Está tudo junto em perfeita contaminação.

Por absurdo, diria que as coisas como estão, o melhor seria devolver o poder ao Povo.

Estou certo que, muitas vezes, sairiam opiniões mais sensatas e valiosas se a bancada desse notas. Saia mais barato à modalidade e não havia presunção de conhecimento.
Não erraria muito se dissesse que há espectadores (que vêm mais patinagem do que alguns juízes) que têm um sentido de bom senso e de justiça mais afinados do que alguns membros do júri.

Um qualquer membro de um júri não deve ficar pela simples opinião. Deve decidir objectivamente. Deve basear-se exclusivamente nas regras técnicas aplicáveis ao caso, como uma pessoa qualificada sob o ponto de vista técnico e ético.
Os tais 90% de dadores de notas, não sabem do que estão a fazer.
E o mais grave é quando são juízes internacionais … não é miguel?

32 Comments:

Anonymous Anónimo said...

o keirós dá 8.8 na artistica a uma pessoa q andou sempre com oito rodas no chão e q não tem esquema e q não faz um unico salto limpo. para ele a artistica é abanar o cu e os ombros.
um vergonha.

11:09 da manhã WET  
Anonymous Anónimo said...

os primos do fernando andrade e da claudia moreira continuam a ajuizar. apesar de não ser permitido familiares ajuizarem.

12:42 da tarde WET  
Anonymous Anónimo said...

os primos nao tem qq impedimento para ajuizar...

qt à opiniao do blogger...lamento q fale com desconhecimento...

11:58 da tarde WET  
Anonymous Anónimo said...

O primo do Fernando andava sempre a navegar se os outros juizes davam as notas mais altas ele baixava se acontecesse o contrario ele tinha de ser diferente e subia as notas. O primo da Claudia foi tambem um desastre só via os atletas do baguim pelo que me apercebi os juizes mais coerentes foram a Sara e o manuel desde já os meus parabens..
Quanto ao Miguel estava muito bem em Leiria....

4:20 da tarde WET  
Anonymous Anónimo said...

a sara é que é prima directa da claudia moreia.

10:52 da manhã WET  
Anonymous Anónimo said...

o blogger, infelizmente, fala... com conhecimento de causa...

11:04 da manhã WET  
Anonymous fernando madureira said...

Declaro aqui a minha posição pessoal: sou pai de uma patinadora.
Mas tal situação não me impede de ver da bancada coisas que me desagradam muito.

O acto de ajuizar não deve ser entregue a qualquer pessoa. No entanto, vejo miudos a dar notas a colegas. Não há adultos para ajuizar as provas?

Dos juizes espero imparcialidade, descrição e serenidade. Tenho assitido a juizes que vão lá para se rir dos miudos. Ninguém lhes diz nada, porquê?

Também fico com a sensação que muitos deles vestem os emblemas dos clubes onde treinam. Mas aqui a culpa não é deles é de quem os chama para ajuizar.

Não me passa pela cabeça que o primo de um treinador de futebol vá arbitrar um jogo em que esse treinador tenha uma equipa a jogar.
Por isso, quando vejo na patinagem artistica os primos dos treinadores a dar notas fico alarmado. Mais espantado fico quando dizem que ser primo não é impedimento, quando directamente se pode influenciar no resultado da prova.A patinagem artistica tem que crescer, senão anda-se a brincar com coisas sérias.

Tenho apreciado as provas e reparo que normalmente os juizes não se entendem e ás vezes a demora para a nota sair é ridicula.
Depois cada um dá o que lhe apetece.
Por vezes até saiem dois pontos de diferença.

Já cheguei a pensar tirar a miuda da patinagem.
A sensação que tenho é que parece existir uma especie de máfia camuflada.
Mas a minha filha gosta deste desporto. O que posso fazer?
Já tentei informar-me como mudar esta situação.
Mas vejo que quem está nos cargos tem as portas fechadas à renovação.

11:46 da manhã WET  
Anonymous Anónimo said...

o blogger talvez assistiu aos comentários da patinagem no gelo na eurosport de uma senhora que é juiza.
o blogger ouviu o que todos ouviram.
como ela pessoalmente gostava mais do suiço era ele quem ganhava. fizesse o que fizesse.
não vale a pena tapar o sol com a peneira.

11:52 da manhã WET  
Anonymous Anónimo said...

OBRIGADO BLOGGER POR DIZERES ABERTAMENTE O QUE TODOS NÓS TEMOS VISTO EM QUASE TODAS AS PROVAS!!!!!!

11:56 da manhã WET  
Anonymous Anónimo said...

é verdade!!! nesta terra de primos e enteados está tudo em perfeita contaminação!!!
dizer apenas que se desconhece o que todos vêm com olhos bem vistos, é caso para dizer:
não pior cegueta do que aquele que se recusa ver.

1:04 da tarde WET  
Anonymous Anónimo said...

Acho uma graça aos comentários...
Pa não ver os juízes que puxam sempre para os mesmos...isso não vêm...

5:15 da tarde WET  
Anonymous Anónimo said...

axo mta piada a ixto td!toda a gente diz mal dos juizes e das notas k estes dao. Nao à prova em k nao se diga mal destes!enfim!max os treinadorex de alguma maneira têm de justificar perante o clube do dinheiro k ganham e perante os pais das crianças!se treinaxem mais ox atletas e falaxem menos fazim melhor!levam pra as provax atletas k "mal sabem patinar" e dps queixam-se das notax!levam atletas so pra encher as lixtas e pra k os clubex estejam representadox!ninguem faz milagrex!!!!!!!!!!

8:41 da tarde WET  
Anonymous Anónimo said...

Pela forma como escrebes não me enganarei muito se não fores atleta do baguim e alguma dessas beneficiadas pelos esquemas mafiosos que por aí andam devias andar noutros clubes e talvez se os papás não abrissem os cordões a bolsa tivesses outra opinião . Que é a daqueles atletas que trabalham no duro todos os dias e mesmo assim aparece quem goze com o seu trabalho.

11:49 da manhã WET  
Blogger Montpellier & Croissants said...

Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

12:16 da tarde WET  
Anonymous Anónimo said...

Acho isto impressionante...Em vez de se fazerem criticas construtivas, análises realistas da realidade, as pessoas insultam s umas às outras...só mostra que o desrespeito que dizem que os juizes têm pelos atletas, facto sobre o qual eu nao concordo e falo com conhecimento de causa, também existe por parte das pessoas para com os juizes, por parte das pessoas para com os ditos "clubes rivais".
É realmente muito fácil por as culpas nos juizes...são o alvo mais fácil...
É muito triste presenciar a reacção de pais de atletas, alguns treinadores relativamente ao ajuizamento...Acho que há maneiras e maneiras de se protestar quando não concordamos com algo...
O grande problema, para mim, é a falta de, a nível interno, formação contínua para os juizes, em que estes sejam avaliados pelo trabalho que desempenham, em que sejam discutidos assuntos pertinentes relativamente a este desporto...Inclusivé reuniões em que estivessem presentes juizes, treinadores,etc para serem discutidos quaisquer pontos que fossem importantes...
Gostaria de saber se muitas das pessoas que aqui escrevem alguma vez leram o regulamento de Patinagem Artistica em Portugal??
Os bodes expiatórios são boas manobras para se fugir à realidade...
Há maus ajuizamentos...mas não só por parte dos juizes...
Quanto a atribuir o poder ao povo...Gostava realmente de ver...Gostava de presenciar...Até porque se seis juizes, que, quer queiramos quer não, tem algum, ainda que alguns possam ter pouco, conhecimento técnico relativamente a este desporto, por vezes não se entendem...o que aconteceria se tivessemos uma "multidão" (não muito grande visto normalmente se encontrarem presentes pais e alguns familiares de alguns atletas quando se realizam as provas) a ditar um veredicto...
Não se queixam de falta de profissionalismo por parte dos juizes??
Acho que a solução não passe por estes ataques mesquinhos de umas pessoas às outras...Até porque isto traduz em pekena escala o tipo de ambiente que muitas vezes se vive na patinagem...
Há maus juizes mas também há maus treinadores...
Pena é que quem sai prejudicado nisto tudo são os atletas...

12:18 da tarde WET  
Anonymous Anónimo said...

Na patinagem vale tudo!!! E neste fim-de-semana então foi prova nisso... Vale até os treinadores chamarem a atenção aos juízes (que também são seus atletas) para que ponham os colegas de equipa nos melhores lugares, e isto à frente de toda a gente sem que ninguém diga nada... Não é Diana Ribeiro? Parece que as pressões do Fernando surtiram efeito...

9:55 da manhã WET  
Anonymous Anónimo said...

saber perder é a lição + importante no desporto.
Pk saber ganhar é mto fácil.

Perder e ganhar faz parte do desporto.
Kem não sabe perder t/ 2 saidas, ou aprende a perder ou desiste e vai fazer, p. exemplo tricot k é muito bonito

1:00 da tarde WET  
Anonymous Anónimo said...

pq criticam?
essa juiz deu a derrota à atleta que ficou em 1º que era de baguim e pos a da académica em 1º. nao se percebe a critica..

2:00 da tarde WET  
Anonymous Anónimo said...

Quando se tem telhados de vidro não se atiram pedras.
Quando se quer presionar os juizes discute-se com eles e ameaça-se antes das Provas.

2:42 da tarde WET  
Anonymous Anónimo said...

Depois das ameaças de agresão aos juizes o CPB no Domingo ganhou as provas todas que se realizaram.

2:47 da tarde WET  
Anonymous Anónimo said...

Se assim foi, os meus parabens à DIANA RIBEIRO, porque nem todos conseguem resistir às "pressões divinas" na patinagem!!! Ah! Cuidado com as retaliações...

2:57 da tarde WET  
Anonymous Anónimo said...

As retaliações as pressões do Fernando existem agora temos dois bons patinadores e dois bons juizes (Diana e o Manel).

4:24 da tarde WET  
Anonymous Anónimo said...

A Diana é sem dúvida um exemplo de quem ama a modalidade... Acredito que faz tudo para que esta evolua e, como prova disso até pôs a atleta da académica em 1ºlugar à frente da que ganhou que era do Baguim...

O Manel e a Diana são dois exemplos a seguir...

10:06 da manhã WET  
Anonymous Anónimo said...

Antes de mais quero dar os meus parabéns a todos os Atletas sem exacção que este fim-de-semana nos proporcionaram um belo espectáculo de patinagem.

Em relação aos “ Seniores Juízes” estes não embarcam nas atitudes desesperadas e baixas do Fernando Andrade porque são pessoas de carácter e com uma situação sólida na patinagem e não depende do seu treinador.

O treinador esta a cair na real e vem ai a travessia do deserto quando estes atletas Seniores deixarem a actividade.

1:23 da tarde WET  
Anonymous Anónimo said...

Precisam de comer muito pao e muita broa para chegar aos calcanhares de quem tanto falam.. A inveja, a arrogancia e a falta de humildade faz dessas coisas!!

7:49 da tarde WET  
Anonymous Joana said...

Estou a ler e fico realmente espantada com estes comentários.

A conversa é digna de miúdos de infantário.

É por estas e por outras que se vê o género de pessoas que anda na modalidade. Lentejolas por fora, miséria por dentro.

Fico espantada como no anonimato tiram as mascaras e apresentam-se como são.

Cobardia anónima é sinal de tudo que é mau.

Elevação e educação é o que se pede a todos.
Obrigado

1:26 da manhã WET  
Anonymous Anónimo said...

a travessia no deserto só mesmo para aqueles que não sabem perder.
porque quem ganhou continua com atletas nos primeiros lugares em quase todos os escalões. engole.

1:28 da manhã WET  
Anonymous joana said...

Insisto:
Elevação e educação é o que se pede a todos.
Obrigado!!!!!!!!!!

1:31 da manhã WET  
Anonymous Anónimo said...

As palas existem para ser usadas, mas não por todos......

12:53 da tarde WET  
Anonymous Anónimo said...

ai se eu fosse presidente do conselho regional de juizes e calculadores...

11:49 da tarde WET  
Anonymous Anónimo said...

ai se eu fosse director de prova...

11:50 da tarde WET  
Anonymous Anónimo said...

É demasiado fácil falar do que se desconhece. Enquanto houver os treinadores, juizes e calculadores de bancada sem saber o que estão a dizer...
Não se esqueçam que muitas vezes as notas que os juizes dão, à 1ª vista parece uma coisa, mas verificando os calculos (wites), por vezes aparece coisas bem diferentes. Façam bem as contas antes de mandar comentarios foleiros.
Penso que as Associações e a Federação ficavam felizes se houvesse pessoas REALMENTE interessadas na evolução da patinagem, mas infelizmente "Fala-se, fala-se, fala-se, mas fazer...".

4:19 da tarde WET  

Enviar um comentário

<< Home

Free Hit Counters
Free Counter