quarta-feira, outubro 25, 2006

Pessoas BONITAS da Patinagem Portuguesa

Uma estimada anónima comentadora escreve, no que para mim importa, o seguinte :

«Agora diz-me quem para ti serão as grandes promessas como treinadores?
Eu tenho a minha opinião, e serão a Susana Romão de Serpa e o Filipe Sereno, embora a primeira ainda esteja muito na sombra da Lena, que tem graça, foi a mentora de quem eu acho terem sido os melhores treinadores e atletas da actualidade e passados, e por sinal uma excelente treinadora e que, em termos de postura na vida da modalidade, artisticamente e tecnicamente, porque não, transmitiu muito a muitos.
Tenho um sonho, e gostava, embora já não pratique há já alguns anos, de fazer uma mega homenagem a Lena, que dizes?»

Quem para ti serão as grandes promessas como treinadores?

Como tenho dito não devo pessoalizar. Mas os nomes referidos são excelentes.
Para mim não são promessas. Já os vi em acção e penso que já são certezas. Excelentes…
Em Portugal há muito a mania de retirar o mérito a quem trabalha em equipa e dá-se só valor a quem lidera a equipa. Nada mais errado.
Tive a felicidade de trabalhar com pessoas muitos especiais que eram bem mais valiosas do que eu, no entanto, era eu quem tinha a responsabilidade de as coordenar, o trabalho não era só meu era essencialmente delas.
Sozinho ninguém consegue nada na vida, trabalhar em equipa é bem melhor e muito gratificante. Nesse aspecto sou privilegiado.

Apesar de não querer pessoalizar, não posso deixar de escrever duas linhas (não há regra sem execepção):
Relativamente à minha querida Helena Dias: gostaria de dizer que ela foi e é para mim uma referência major. Pessoa de uma incrível sensibilidade e uma verdadeira amante da modalidade.
A Helena Dias (desculpe-me Lena) já não é a pessoa, mas sim um Ícone da modalidade. Com isto quero dizer que falar de Patinagem em Portugal sem falar dela é um falha grave. A patinagem deve também muito a ela.

Infelizmente foi mal tratada pela patinagem artística em Portugal. O gosto dela pela modalidade é maior do que os ataques que sofreu, por isso continua a fazer aquilo que melhor sabe: ensinar patinagem artística.

Também tenho um Sonho, mas é mais abrangente.

Uma mega homenagem à Lena sim (um festival nacional promovido pela federação- será no nosso tempo?), mas para isso há necessidade de se trabalhar no sentido da inclusão de todos.

Do meu ponto de vista as guerras na modalidade acontecem por causa da exclusão.

Felizmente a Patinagem Artística em Portugal ainda tem pessoas muito bonitas, a Lena é, seguramente, uma delas.

3 Comments:

Anonymous Anónimo said...

Quem é daquele tempo bem se lembra dos treinos na Lixa aos fins de semana com a Lena..muito trabalho e suor e bolhas..começaram assim grandes valores da patinagem..

9:59 da tarde WEST  
Anonymous Patim said...

Pois é as pessoas que poderiam fazer um trabalho sério e com, cabeça, tronco e membros, não interessa convocar.
Talvez a Lena, não tenha alinhado nas jogadas de bastidores que agora se fazem.
Talvez ela olhe mais pelo valor real dos atletas e menos pelo valor dos nomes e pressões externas.
Sera que a FPP não quer (como alguem já disse por ai) que a Patinagem evolua?
Acho que não é desmotivando Atletas e descreditando o trabalho dos seus treinadores que conseguem resultados para apresentar.

3:19 da tarde WEST  
Anonymous Anónimo said...

so nao se compreende uma coisa:
para quê um treinador italiano para treinar os atletas em estagios e nao um treinador portugues com helena dias?a isto chama-se rebaixarmo-nos aos italianos e dar-lhes a noção que sao superiores.Agora a questão é a seguinte: "a selecção portuguesa deseja continuar sobre "dominio" italiano?
pois é meus amigos, é mesmo assim pois com uma treinadora como a helena dias são sei qual o motivo de a federação gastar tanto dinheiro com um treinador italiano se a helena é bastante superior.

9:52 da tarde WET  

Enviar um comentário

<< Home

Free Hit Counters
Free Counter