quarta-feira, junho 15, 2005

Saber ser pessoa, saber ser Treinador

No passado dia 10 de Junho, no pavilhão de Baguim do Monte, em Gondomar, realizou-se uma acção para os atletas de Solo Dance e Dança, da área da APP.

Esta iniciativa veio publicada no site da FPP FPP (http://patinagem-artistica.fpp.pt/seleccoes/) e, segundo a FPP, tem em vista a “participação Portuguesa nas várias competições internacionais, a realizar durante o ano de 2005, encontra-se já elaborado o plano de preparação dos atletas que irão enquadrar as respectivas Selecções Nacionais.

Ou seja, é dito que existia um plano de preparação de atletas, mas, afinal tratou-se de um visionamento. Enfim...

Parece-me que, o que deveria ter sido dito era: no dia tal vai haver um visionamento dos seguintes atletas.

Mas o que me faz reflectir sobre esta questão não é propriamente os constantes lapsos de linguagem ou, em última analise, a informação objectivamente enganosa que a FPP repetidas vezes veicula.

O que me faz reflectir sobre esta e outras iniciativas é a constante falta de respeito relativamente às pessoas que exercem as funções de Treinadores dos atletas convocados.

Eu explico porquê:
Ninguém tem dúvida que o trabalho apresentado pelos atletas convocados tem uma pessoa responsável. Essa pessoa é o Treinador (ou Treinadores, no caso de serem vários). Assim, há uma pessoa que é fundamental na construção, formação e desempenho do atleta. O Treinador do atleta.
Porém, os Treinadores são constantemente esquecidos. Esquecidos pela FPP e até pelos seus colegas (ou ex-colegas) que estão a exercer cargos na FPP.
Olhamos para as convocatórias e :
Sai uma convocatória individual para os atletas seleccionados;
Sai outra para o clube a indicar quais são os atletas convocados;
Em ambas as convocatórias saiu um horário. No horário é feita a referencia à existência de um reunião com os clubes.

Mas, sobre os Treinadores nem uma palavra.

Nenhum dos Treinadores dos atletas foi convocado para comparecer. Ou seja, os Treinadores foram (e são) simplesmente ignorados.
Afinal não contam para nada. E, de facto, o que se sente é que o trabalho deles é inócuo, sem valor e descartável. Nada mais errado!!! Errado e , bem vistas as coisas, humilhante.

No entanto, quase todos os treinadores compareceram. Fizeram bem? Eu pessoalmente acho que não. Porquê?
Por uma questão de Princípio.
O povo diz: quem quer ser respeitado tem que se dar ao respeito.

Para mim não se trata de esquecimento. É mesmo falta de respeito pelas pessoas, pelo trabalho realizado. Não digo que seja de propósito. Poderá ser falta falta de chá :), ou então de bom senso.
Mas a culpa não é deles, mas sim dos treinadores.

Os Treinadores têm que se convencer que só defendem o seu trabalho, os seus atletas e o trabalho realizado em prol da patinagem da artistica, quando exigirem que os respeitem a eles e aos atletas. Caso contrário, jamais conseguirão sair da mediocridade pessoal.

Eu penso que os Treinadores portugueses são solidários entre si, mas como classe não existe qualquer solidariedade. É a Lei da Selva. E isso está mal!

Eu sei, eu sei que anda por aí gente ávida de protagonismo. Acho condenável!!!
Mas também acho que não é pelo facto dos outros se comportarem mal eticamente que vou fazer a mesma coisa. Gente fraca há em todo o lado. Temos que dar mostras de sermos dignos e pessoas verticais.

O que eu defendo é que, se nas convocatórias não se convocar os Treinadores, nenhum deveria comparecer.
Os que lá fossem (do tipo intrometido, a banjular) ficariam manchados, por terem quebrado a sua honra, solidarieade e respeito dos Treinadores. Ser Treinador não é ser mercenário ou vendedor de indignidades a troco de favores pessoais.

Talvez se todos faltarem, da próxima vez as coisas correriam de forma diferente. E dar-se-ia um pequeno passo na credibilidade da modalidade. Na credibilidade das pessoas que honradamente desempenham a função de Treinador.

Lamento mas penso assim !!!
Pois guardo para mim, como referencia de vida, esta frase:
O sucesso de um Treinador não se mede exclusivamente pelo número de vitórias ou derrotas que vai acumulando ao longo da sua vida, mede-se sim pelos contributos que da sua acção resultam no desenvolvimento do sistema desportivo, das modalidades, dos atletas, dos outros treinadores, dirigentes e de todos os cidadãos em geral”.
Será que temos gente?

11 Comments:

Anonymous Anónimo said...

Saber ser progenitor!isso sim onde estão os progenitores que defendem os treinadores que formam os seus filhos? em lado nenhum!Que atire a primeira pedra quem nunca....E quando falamos de progenitores falamos de;operaçoes plasticas,telemoveis, mobilias aneis ,cães, viajens e essencialmente intriga mmmmmmt intriga onde está a verdadeira derrapagem da p artística na FPP? nos treinadores? tirem as vossas conclusões, até porque á mulher de César não basta ser séria!....

1:44 da tarde WEST  
Anonymous João said...

Apoio a 100%.
Vamos pensar numa modalidade bonita. Com Treinadores, com mestres da dignidade e rectidão. As maçãs podres rapidamente irão ficar à mostra.
João

1:45 da tarde WEST  
Anonymous João said...

Apoio o que está escrito na mensagem principal.
Treinadores a exigir serem respeitados e reconhecidos.
Não aqueles que apenas dizem mal quando não conseguem o que querem. Quando a coisa passa, andam a falar muito bem, a bajolar os que efemeramente detêm o poder.
João

1:53 da tarde WEST  
Anonymous Anónimo said...

No proximo visionamento de 3 e 4 de julho não vai haver treinadores dos clubes,pois estes não foram convidados......

10:09 da manhã WEST  
Anonymous Anónimo said...

Seria uma boa prova de fogo para os treinadores.

12:22 da tarde WEST  
Anonymous Anónimo said...

Na reunião que houve com os clubes disseram que os treinadores deveriam estar presentes ou não?

12:23 da tarde WEST  
Anonymous Anónimo said...

A sensação com que fico é que existe o interesse de alguém manter os treinadores fora. Será que é para andarem a passear lá fora como se fossem eles os responsáveis pelos atletas?

12:24 da tarde WEST  
Anonymous Anónimo said...

Por mim estão à vontade. Têm é que treiná-los e prepará-los durante as férias. Se assim for eu marco já férias.

12:26 da tarde WEST  
Anonymous Anónimo said...

Não me cheira!!!!! Aquilo não é gente de trabalho. É mais de passear. Veja-se o que aconteceu neste campeonato, é já um exemplo.

12:28 da tarde WEST  
Anonymous Anónimo said...

Mas os treinadores puderam ou não estar presentes!?
E na reunião?
Contem o que se passou afinal!

12:33 da manhã WEST  
Anonymous Anónimo said...

O problema é que ninguém sabe.
O que se sabe é por ouvir dizer. E lá diz o Povo: "quem fala por ouvir dizer mente sempre duas vezes".

5:08 da tarde WEST  

Enviar um comentário

<< Home

Free Hit Counters
Free Counter