quarta-feira, dezembro 07, 2005

Taça Show I- A adesão fantástica dos quartetos- Parabéns!

Ao ver o sorteio para esta Taça pensei:
"Afinal a patinagem artistica em Portugal tem muita com força. Constantemente é mal tratada e mesmo assim as pessoas não desanimam".
11- Clubes participantes (julgo que é a primeira vez que existe um número tão grande de participações por clubes)
21- Quartetos
1- Grupo de cadetes
8- Grupos de show
3- Precisão
A grande adesão aos quartetos foi, para mim uma enorme satisfação e é a prova provada que se a Federação funcionasse noutros moldes a Patinagem Artística em Portugal seria um desporto de grande sucesso e muito popular.
A Patinagem Artistica tem todos os ingredientes para ser um desporto da nova geração. Tem tudo: espetáculo, luz, cor, magia, fantasia, juventude, imaginação, perícia e gente bonita.
Pena é que ainda não estejam pessoas mais dinâmicas a dirigir e a gerir a Patinagem Artistica para que isto dê o "Bum" rumo ao sucesso.
Quem anda neste meio (Patinagem Artistica) tem que ter a consciência das dificuldades (internas e externas) da modalidade.
Externamente existem certos factores que dificultam a evolução da modalidade (chamo a isso causas externas), estou a pensar apenas e só na patinagem de Show e Precisão :
-Portugal é um país com poucos habitantes;
-Por sua vez, a Patinagem Artistica em Portugal ainda não é um desporto de massas, e dificilmente será, a não ser que se faça uma gestão da modalidade;
-É mais fácil conciliar quatro pessoas do que 12, 16 ou 30;

-A ocupação da Patinagem Artistica nos pavilhões é cada vez mais dificil. O Futebol e as outras modalidade rivalizam e têm mais apoios;
-A Patinagem Artistica é vista como um desporto de elite;
-A modalidade em Portugal não tem tido a sorte dos ex-patinadores disponibilizarem-se para a sua direcção
- A modalidade está entregue aos pais que apenas estão disponiveis enquanto os filhos são praticantes.

As causas internas já as tenho referidos ao longo deste blog.
O que fazer? Vamos optar por dar pequenos passos.

5 Comments:

Anonymous Anónimo said...

Ó Sr."Patinador" a opnião e comentario sobre os treinadores? Serà que foi retirada deste blog porque a carapuça lhe serviu na perfeição?.Lamento esta atitude.

12:25 da tarde WET  
Blogger patinador said...

Agradeço a provocação.
Não tenho hábito de responder a anónimos. Mas também não resisto a responder a uma parda provocação. Não faço ideia que carapuça está a falar. Mas admito que possa ter errado. Agora não me lamento em insinuações. Estou sempre aberto à discussão, desde que seja para se debater ideias.

A provocação do amigo Anonymous é curta e, penso, sem fundamento.
Sem fundamento porque ao longo dos 9 meses de blog tenho várias vezes reflectido e opinado sobre os treinadores. Basta ler os posts.

De todo o modo, gostaria de aproveitar o mote para dizer que, na minha opinião, os treinadores portugueses estão sozinhos e muitas vezes mal acompanhados. E mesmo assim há quem obtenha bons resultados a nível internacional.

Não é possível, nos últimos 20 anos ter existido apenas um curso de treinadores do 2.º nível (neste curso deveriam ser ensinados os métodos e as técnicas específicas dirigidas ao treino desportivo que ultrapasse os meros circuitos de avião e os carrinhos).
Atenção: Eu disse UM curso. Um curso em 20 anos, é pouco, manifestamente pouco.

Posso complementar esta minha informação com o seguinte: esse dito curso nem sequer chegou a ser concluído (as pessoas pagaram e ficaram sem o dinheiro e sem o maldito curso).
Então estamos a falar de quê?
De nada.
Ou seja, em 20 anos a FPP não teve a capacidade de realizar um único curso (de início ao fim) para treinadores do 2º nível.
Estou a pedir muito?

Ora, não se fazem omoletas sem ovos. Não se fazem bons treinadores sem cursos e sem formação condigna.
Por isso o balanço que faço até ao momento dos treinadores portugueses é muito positivo.

Porque, sem formação, sem apoios, muitas vezes sozinhos, têm que assumir várias funções: de treinador, preparador, físico, mecânico, designer de fatos, psicólogo, coreografo e, às vezes, de psiquiatra.
Sem desfazer, é, julgo eu "areia de mais para uma camioneta".
Depois ter de ensinar crianças (a executarem duplos e triplo, piões de calcanhar) sem ninguém lhes fornecer os métodos de ensino. Ter que aprender as várias alterações técnicas e regulamentares (e não foram poucas)em poucos dias para apresentar resultados, é tarefa muito difícil.

Se me perguntarem: então, fazem tudo bem?
Respondo: Obviamente que não! Há muita coisa que deve e pode ser melhorada.

Já agora concretize a sua opinião sobre os treinadores.
Quem sabe se não passa a ter um verdadeiro fundamento para aquilo que escreveu?

1:28 da tarde WET  
Anonymous Anónimo said...

Lamento mas não irei concretizar a minha opnião sobre os treinadores porque não irei dar-lhe a massada de fazer "del " sobre a mesma.Como tal esta é a ultima vez que escrevo no seu blog......

4:36 da tarde WET  
Anonymous Anónimo said...

É pena que tome essa atitude porque as ideias são para ser debatidas e não esquecidas...

2:44 da manhã WET  
Anonymous paulo said...

o amiguinho 'del' é o exemplo daquele que fingue ter algo a dizer, mas não diz.
quando se pede para dizer finge ficar ofendido. porque não quer massar.
moral da história: nada pretende dizer.
se abrisse a boca era ... o habitual.

12:44 da tarde WET  

Enviar um comentário

<< Home

Free Hit Counters
Free Counter