terça-feira, junho 20, 2006

Nacional de Cadetes- os Juizes empatas

Este nacional foi o nacional dos empatas.

Estive a ver as classificações e verifiquei que nas figuras obrigatórias (femininos) os juizes empataram da 3.ª à 8.ª (a oitava podia ter ficado no podium). É demonstrativo da mediocridade reinante.

Nas obrigatórias houve mais de oito empates. Ou seja em 18 atletas a competir, só 10 é que tiveram uma classificação diferente.
É incrivel mas é verdade.
Isto sem contar com a correcção de notas que tiveram que fazer. Porque para um juiz a prestação do atleta é mediocre, para o juiz do lado a mesma prova é boa. AFINAL QUEM TEM RAZÃO? OS DOIS?

Na patinagem livre (feminino) em 28 atletas, os empatas conseguiram um belo resultado: 13 empates.

Ou seja, há juizes que estão sempre a dar a mesma nota.

Outros juizes são mais descarados e vestem a camisola. Assim se os atletas em prova pertencerem à sua Associação de origem logo aumentam mais um pontito à nota (façam bem ou mal). Juizes imparciais e justos é coisa rara.
Juizes pouco sérios é uma realidade que começa a ser infelizmente comum.

Isto para não falar do tempo que demoram a dar as notas. Uma vergonha. Foi por causa dessa demora que o campeonato acabou tardíssimo. Houve ocasiões que para sair uma nota estivemos à espera mais de 5 minutos.

O ajuizamento está a degradar-se e muito. Com juizes assim a patinagem está entregue à bicharada.

30 Comments:

Anonymous Anónimo said...

estamos perante juizes corruptos ou ignorantes ?

9:58 da manhã WEST  
Anonymous Anónimo said...

Estamos perante juizes incapazes, e vendidos a certos Clubes e aos seus interesses.

Mas, como contestar? Se alguns directores, treinadores e mesmo pais, têm a coragem de assobiar, protestar e mesmo fazer queixa nas Associações e Federação, nas próximas provas os seus Atletas ainda são mais penalizados.

É a descarada.

É incrivel, e já houvi da boca de treinadores de Clubes beneficiados com isso, dizerem que a nível internacional ainda é mais grave. Como se fosse de tolerar o que cá se passa.

Brinquemos.

Para isso prefiro mesmo que a minha filha não participe em campeonatos.
Pelos vistos há muitos mais pais a pensar como eu. Daí cada vez menos Atletas em provas.

Infelizmente, isto não é só com a Patinagem, onde houver competição juízes, júris ou mesmo árbitros há sempre corrupção e jogos de interesse.

Viva o Atletismo. Aí ganha que tiver pernas.

11:14 da manhã WEST  
Anonymous Anónimo said...

Concordo plenamente já somos dois pais

11:59 da manhã WEST  
Anonymous Anónimo said...

peço desculpa mas preciso de ajuda pois o meu comentário foi parar á página " Show e Precisão - Portugal 2007 " e é o comentário com a Hora 2:04 AM " por isso se for possivel a quem tem o poder de manusear este site faça o favor de pôr o mesmo nesta página.
obrigado

1:12 da tarde WEST  
Anonymous Anónimo said...

Este Campeonato foi uma autentica palhaçada no que concerne à Patinagem Livre femininos...
Mto mérito para a Susana, mas a Maria Carolina Silva merecia o 2º lugar... Oh Carolina Andrade só ter piões não serve de nada, por mim o teu lugar era o 4º...

3:01 da tarde WEST  
Anonymous Anónimo said...

boas noites, meus senhores e minhas senhoras.
Os meus sinceros parabens para quem teve a ideia deste site ( que não faço a minima ideia de quem seja).Pois bem vou começar a dar algumas ideias ou fazer criticas mas construtivas e NÃO DESTRUTIVAS que era o que as pessoas deviam fazer.Ando nisto ( patinagem) á uns anos valentes (25 anos para ser mais preciso) felizmente que gosto da modalidade como muitos dos treinadores da minha idade gostam ( não, não sou treinador)isto é para aqueles que vêm para aqui a tentar adivinhar quem eu seja ) mas se quizerem saber tambem não tenho problemas em dizer quem eu sou( mas agora não digo)- passando á frente - bem aqui fica um conselho para os Srs. juizes como disse eu adepto da bancada em todos os campeonatos desde janeiro ate julho ( quando não se prolonga para os europeus)ando a ficar deveras cansado com as injustiças,praticamente com aquelas que são premeditadas, e não sou só eu, á mais papás que se vê a olhos vistos que andam a ficar passadinhos de todos com o ajuizamento na patinagem.
Á atletas que ao entrarem no ringue podem se mandar para o chão que já têm o pódio ganrantido, nem é preciso fazerem a prova.
ISTO TEM DE ACABAR, SRS. JUIZES, os Srs. tem de ajuizar o que acabaram de ver ou seja o que o patinador acabou de fazer, e não o que a juiz arbito manda fazer, ou.... ver quem é que eu ponho em 1.º ou 2.º ou 3.º ou porque o atleta tem nome no mercado ou porque é treinado pelo treinador y ou x ou..... etc.etc.etc. porque se não reparem, voçes tão a ajuizar porque somos nós que pagamos as inscrições aos clubes e respectivamente á federação ou seja os srs.tão ajuizar porque EU PAGUEI, muito ou pouco isso não interessa EU PAGUEI.
Por isso o que estão á espera para serem correctos com o meu filho e os filhos dos outros, o que estão á espera é que nós nos passemos dos carrectos e parta-mos para a violência (como já presenciei á uns anos atrás ainda vocês não patinavam se quer)é isso que estão á espera que aconteça.
Se tem dificuldades em ajuizar façam reciclagem de juizes ( SIM PORQUE EU SEI O QUE É ESTAR AI DESSE LADO A AJUIZAR POIS FUI JUIZ NACIONAL MAS NOUTRO DESPORTO ) tomem lá mais uma sugestão -porque as provas não são filmadas???? havia duvidas eram logo esclarecidas e olhem que não era preciso muito tempo para rectificar as notas finais isto já existe á muito tempo nos outros desportos não percebo porque aqui não o fazem .
como é possivel dizer a uma criança que luta todos os treinos,todos os dias, todas as semanas,todos os meses para depois em 2, 3, 4 minutos chegar á conclusão que era preferivel não se andar a cansar e a perder tanto tempo pois o atleta com os saltos incompletos tem de ficar á frente dele pois é atleta do treinador y ou x e eu que tenho um treinador menos conhecido mas que me obrigou a fazer os saltos completos como os faço, fico a trás, COMO SE EXPLICA ISTO A UMA CRIANÇA, OU PIOR AINDA, UM ADOLESCENTE QUE JÁ SABE VER PROVAS?????
Por isso srs. juizes vejam o que andam a fazer pois estou a Ficar cansado e á própria federação vejam o que andam a fazer pois se acham que prevalece a lei do mais forte, enganem-se, pois se for assim deixai-me informa-los que o mundo é dos ricos e não dos espertos, se não reparem, tenho $, tenho cores do poder partidário, e sei perfeitamente que as leis deste pais foram feitas para os malandros........ por isso acho que deviam começar a mudar alguma coisa e RÁPIDO antes que aconteça alguma coisa menos simpática um dia destes em plenas provas.
ATÉ QUALQUER DIA POIS EIDE VOLTAR.

6:41 da tarde WEST  
Anonymous Anónimo said...

Concordo plenamente com o comentario anterior temos de mudar isto espero que a bem pois a mal fica um pouco feio, embora eu tambem já vi um juiz ser ajuízado em público,(gozou gozou até que o saco rebentou), já tive vontade de fazer o mesmo tenho aguentado ....até um dia, pois o saco vai enchendo..

10:50 da tarde WEST  
Anonymous Anónimo said...

Concordo plenamente com o comentario anterior temos de mudar isto espero que a bem pois a mal fica um pouco feio, embora eu tambem já vi um juiz ser ajuízado em público,(gozou gozou até que o saco rebentou), já tive vontade de fazer o mesmo tenho aguentado ....até um dia, pois o saco vai enchendo..

10:50 da tarde WEST  
Anonymous Anónimo said...

FINALMENTE!

Um artigo clarividente, um rasgo de inteligência. Viva o blogueiro. Que afinal também conseguiu finalmente ver o que muitos já vêm há dois três anos! Estava a ver que nunca mais!

5:43 da tarde WEST  
Anonymous Anónimo said...

É UMA VERDADEIRA VERGONHA!

1:46 da manhã WEST  
Anonymous Anónimo said...

ó 6:41
quando voltares, nao te esqueças de já teres aprendido a escrever direito. ou será que o dinheiro não dá para tudo?

4:07 da manhã WEST  
Anonymous Anónimo said...

mas até tens razão...ehehe

4:26 da manhã WEST  
Blogger Patinar-Prazer said...

Realiza-se no próximo fim de semana de 24 e 25 de Junho, em Guadalajara, o campeonato nacional de Espanha no escalão de seniores.
Um grande número de atletas começam a partir de quinta feira dia 22, os treinos oficiais, numa competicão que este ano se realiza mais cedo devido a mudanças na agenda internacional.
Esta prova vai ter a participação de:
- 15 atletas masculinos
- 27 atletas femininos
- 2 pares artísticos
- 3 pares de dança.
Este ano, o escalão senior em Espanha conta com a participação de muitos atletas que eram juniores no ano passado e vão competir pela primeira vez neste escalão, criando expectativas de provas muito mais interessantes.

9:22 da manhã WEST  
Anonymous Eduardo Medeiro said...

Olá, o meu nome é Eduardo Medeiro, muitos me devem conhecer, sou treinador, juiz, patinador e para alem disso ainda sou calculador. Já ajuizei todo o tipo de provas, como podem ver sou um dos que sabe de patinagem, não muito mas bastante e sem ser pretensioso mais que a maioria que assiste as provas. Venho aqui simplesmente deixar uma palavrinha, falando não só como juiz mas também como treinador, atleta, calculador e simples espectador, e quero deixar claro que não vou falar sobre a prova em questão porque o meu próprio código pessoal não o permite e não acho correcto, mas sim na patinagem no geral.

Primeiro acho super engraçado o facto deste tipo de pagina ser a via de escape para algumas pessoas dizerem o que pensam sem se saber quem são, assim ninguém sabe quem são, agitam quem querem que normalmente, são pessoas pouco formadas no assunto e agitam-se com tudo, e para alem disso dizem todo o tipo de coisas sem receio de serem queimados em praça publica.

Relativamente aos ajuizamentos. Não contesto que por vezes há erros... todos nós somos humanos. Mas em 80% dos casos a culpa não é dos juízes e desculpem-me mas acho que o maior problema, que os pais não sabem porque lhes “mentem”, os dirigentes de clube ignoram porque lhes “mandam areia para os olhos”, e a maior parte dos treinadores teimam em esconder (para não serem despedido) é o facto de que, desculpem me as palavras pesadas mas tem de ser porque também estou um pouco farto, em Portugal a maior parte dos treinadores teimam em apresentar atletas mal formados em esquemas de merda onde a artística não existe e a técnica são coisas não identificadas coladas com cuspo, isto para levarem muitos atletas a provas e passearem por todo o lado a borla. E isto é a pura das verdades! Relativamente aos empates... as merdas vistas pelos juízes são tantas que só se distingue a primeira, segunda e terceira e mal, o resto é tudo a mesma porcaria, para alem de que acho o máximo os whites não serem divulgados mas haver sempre espertinhos(as) que gostam de picar o publico e revelarem coisa confidenciais, mas adiante. Por isso, acho que em vez de virem para aqui armarem-se em carapaus de corrida comecem a exigir aos treinadores que apresentem trabalho em condições pelo o qual são pagos, por vezes a peso de ouro, e em muitos dos casos que se formem. É inadmissível apresentar coisas inimagináveis lá fora em campeonatos e esperar milagres. Passo a citar o que eu próprio ajuizei uma vez num campeonato... uma atleta a tentar triplos (roubava uma volta ao inicio, não sei como meia volta a meio e ainda uma volta no fim) e depois completava o esquema com piões verticais aos puxões, mexeu os pulsos no início e no fim (fora da musica) e o resto da artística resumia-se a puxões (nem corridos eram identificáveis)... Estamos a brincar?

Agora, as palmas nas notas artísticas ainda mais me fazem rir... patinagem não é um sítio para se brincar aos saltos e piões e mexer os pulsos no fim e no início, como já o referi... para quem não sabe tem de haver harmonia ao longo do esquema todo... coisa que pouco ou nunca se vê…

Enfim... isto é apenas uma gota de agua no meio do oceano de porcaria que existe na patinagem... por isso formem-se melhores treinadores para se ter melhores atletas... é verdade as notas existem para se dar, como já me disseram em tom de piada... mas dão se quando se merece... não se da um 10 a uma atleta que só faz merda. Uma vez mais peço desculpa pelo palavreado pesado... mas acho-me no direito de o dizer...afinal fui o único que se identificou, por isso aguentem-se a “bomboca”.

Abraço
Eduardo Medeiro

P.S.- cuidado quando forem atacar pois não citei nomes, entidades ou qualquer pessoa em concreto... apenas falei da paisagem que se vê na patinagem.
Desculpem qualquer erro ortográfico ou de gramática mas sempre ouvi dizer que por vezes, escreve-se certo por linhas tortas… deixo o julgamento ao vosso cargo… sei que o fazem tão bem.
PARA QUEM QUIZER: tenho ainda muitos regulamentos de todo o tipo para dar, como já o fiz algumas vezes a pessoas interessadas em esclarecerem-se a sério sobre patinagem, quem quiser é só pedir, o meu mail é ted_medeiro@hotmail.com. ;)

11:52 da tarde WEST  
Anonymous Eduardo Medeiro said...

Relativamente as tentativas falhadas avaliadas como sucesso…. Gostava que me deixassem ajuizar como deve de ser. Porque hoje… os juízes são mal pagos e explorados para ajuizar merda… dessa merda, depois de um trabalho mentalmente brutal, formarem uma ideia e extraírem algo parecido há patinagem… para dar os ditos e conhecidos, por todos, pozinhos, se não… era tudo corrido a 0.0. Artisticamnete só umas poucas pessoas teriam nota, 90% delas ainda ficavam a dever muito. Mas pronto… de quem é a culpa? Juízes? Não me lembro até hoje de se pagar aos juízes para darem treinos com as suas notas… mas se bem me lembro é aos treinadores;) não me refiro a todos claro… porque graças a Deus ainda há quem trabalhe bem ou então que peça ajuda e por isso temos selecção… mas na maior parte dos casos…. LOL … só me consigo rir.

Relativamente a algo que ouvi dizer sobre todos pagam para os juízes ajuizarem, porque se os clubes não pagassem os juízes não recebiam. Acho um piadão… o Sr. Ou a sra. Que escreveu isso deve ser uma caturra, pois não deve ter nunca sabido o que se paga aos juízes. Se não sabe eu esclareço… os juízes ajuízam por gosto a camisola e em troca praticamente do preço de um lanche nalguns casos nem o café inclui…é pago do nosso bolso.
Se o dinheiro que pagam é assim tanto… pois não sei, mas nós (e agora falo como juiz) não devemos receber nem um décimo. Se calhar esta a exigir resposta as pessoas erradas. Mas isso já não me compete… a minha opinião esta uma linhasitas mais acima… lê-a e se quiser escreva-me pró mail terei todo o gosto em falar e expressar a minha opinião consigo, o mail esta também no meu primeiro comment.

É só, beijos e abraços

Eduardo Medeiro (Parte 2)

12:08 da manhã WEST  
Anonymous Anónimo said...

parabéns eduardo.
estás melhor agora?
pronto...
só tenho uma coisa a dizer-te.
acho que, e como tu te intitulas, como treinador, atleta, calculador etc...mas acima de tudo COMO Juiz, deverias ter mais cuidado com certas palavras que utilizas.
...como os puxões num esquema que tu condenas, tb os palavrões num texto ficam muito mal e são de condenar.
És um juiz nacional.
a deontologia e a ética deveriam ser algo que devias explorar.
e isso não vem nos regulamentos ( por agora), mas certas coisas fazem parte do senso comum.
Como queres agora que te encarem algumas crianças (atletas) que serão classificadas por ti? como o Juiz que diz merda? não me parece muito bem para o teu lado.

não concordo contigo que cerca de 80% a culpa é dos miudos...porque aí estas a dizer que as notas que lhes são dadas estao erradas.um 3.8 bem dado é tanto de louvar como um 7.8 bem dado.
que o nível seja fraco ok, mas nao tens de justificar, culpando os treinadores, os 3.8 e 2.0's que dás.
Existe mau ajuizamento. como existe má patinagem.
A unica diferença é que uns estao a ser pagos para trabalharem, e os outros subjugados a esse trabalho que quando mal feito é muito mau mesmo.
tu ajuizas o que vês e deves faze-lo bem.
falas da má formação de certas pessoas...
se calhar essas pessoas não tiveram a formação adequada para emitirem opiniões sobre patinagem...
Mas os juizes tiveram e como em todas as profissões devem estar actualizados.
portanto Eduardo, se o fazes acreditando qúe sabes justificar ao promenor a tua nota, optimo. nem devias estar para aqui a "defender-te" atacando os outros.
Não é justo.
e tu és um juíz.
e aconselho-te a seres menos impulsivo na forma como te exprimes.
espero que essa tua característica não se expressa na tua forma de ajuizares tb....
não me identifico, porque não me apetece. estou no meu direito. e como nao disse nada de especial acho que ficamos mesmo assim

12:21 da manhã WEST  
Anonymous Eduardo Medeiro said...

Já agora achei muito engraçada no bom sentido a iniciativa de se fazer um “curso” de pinturas faciais. Acho no entanto que se deveria fazer era mais cursos de treinadores e juízes… Treinadores para ver se isto vai para a frente afinal são eles que ensinam os miúdos de juízes para se tentar cada vez ser mais justos e rigorosos. Acho que esses cursos de pinturas são interessantes quando o básico e o importante já está aprendido. Na minha opinião contam-se pelos dedos os treinadores que tem nível e aprendizagem correcto para liberar um pouco do seu tempo para essas coisas, o resto acho melhor se preocuparem em aprender a ensinar patinagem que aprenderem futilidades… é preferível se ver alguém de cara sóbria a fazer patinagem que uma abecula com cara de abelha a fazer merda.

E já agora vou expressar uma opinião um pouco mais pessoal. Acho uma falta de noção e uma extrema mal formação das pessoas virem para aqui e dirigirem comments com nome de miúdas, porque é o que elas são, miúdas e ainda por cima não se identificarem. Não se esqueçam que podem parecer crescidas mas ainda são crianças e lerem este tipo de coisas a falar delas e muitas das vezes dirigirem se a elas, magoas e muito. Acho, e peço desculpa a quem o fez se ofender, mas acho isso uma atitude porca, anormal e a pessoa que escreveu isso no momento em que o fez, para mim deixou de ser pessoa e passou a ser um animal mais estúpido que o cão... metam-se na pele das miúdas ao ler o que está ai acima. E mais, se são pais, imaginem como se sentiriam se falassem das vossas filhas da forma como foi feito alguns comments acima. E vá lá que agora até foi um comment soft, grave na mesma, mas soft, já vi piores.

Comentem o que quiserem, se quiserem ate digam mal dos juízes, calculadores do diabo a quatro, e ate dos atletas NO GERAL (ajuda a ver a realidade e tentar melhorar), agora das miúdas em particular (com o nome escarrapachado para toda a gente ver) acho uma atitude mesquinha e cobarde, e quem fala das miúdas fala dos atletas todos em geral, porque se a patinagem existe é por e apenas por causa deles, não pelos pais, treinadores, dirigentes, juízes e outros envolventes. Esses aparecem por acréscimo.
Se o querem dizer, digam, cada um sua consciência, mas se tem tomates pró dizer, tenham também tomates para o assumir e poupem os miúdos das vossas maldades. Não digam mal de A ou B e depois apareçam no campeonato com merdas de simpatias… é por as pessoas serem assim e terem esse tipo de atitudes que a patinagem anda como anda.

Pensava eu que a patinagem era UM DESPORTO SAUDAVEL QUE DESENVOLVE CORPO E MENTE E, PARA ALEM DISSO AMIZADES E EXPRIENCIAS COM DIVERSA PESSOAS E CULTURAS.

Estarei eu enganado?

Eduardo Medeiro (Parte 3)

P.S. – desculpem-me mais uma vez a linguagem e mais uma vez os erros, mas acho que o sentido da mensagem até os miúdos o perceberam ;)

12:38 da manhã WEST  
Anonymous Eduardo Medeiro said...

Resposta:

Concordo com tudo o que disse...
Não me estou a defender...
Estou a expressar uma opinião...
As palavras que uso... usam-nos todos... eu expressei agora em publico porque nao tenho medo de o dizer... quem me conhece entende... quem não me conhece... se quizer sabe onde me encontrar nas provas... se não, não me aquece nem me arrefece!
Palavriado pesado... é para ver se me faço bem entender...
Mas obrigado e estou a ser sincero, pela resposta. Aprendi como sempre algo mais e pelo menos tenho uma resposta sincera.

Abraço
Eduardo

12:44 da manhã WEST  
Anonymous Eduardo Medeiro said...

Quero tambem deixar claro que nao quero aqui ofender ninguem mas agitar um pouco as pessoas para o problema que se esta a deixar muito a culpa nos juizes e nos miudos, e esquecem-se que os juizes so ajuizam o que ve... e os miudos so fazem o que lhes ensinam e o que conseguem... e é facil perceber quando nao se consegue simplesmente por não se conseguir e quando sao mal ensinados.
Posso me ter excedido é verdade e tambem sei reconhecer os meus erros. Mas a verdade esta ai e é real. Eu tenho a minha consciencia tranquaila sempre que ajuizo e quando não a tenho justifico-me a quem tenho de o fazer e ponto. Mantenho-me actualizado e sei minimamento o que estou a fazer e quando o faço não só tento justificar ao maximo correctamente o meu trabalho como tambem tenho em atenção o nivel que se deve apresentar e principalmente como se vai sentir o atleta antes, durante e depois da prova, coisa muito importante, que muitos treinadores não fazem.
Peço desculpa se ofendi alguem (coisa que não fiz).

Eduardo M.

P.S. - Apenas posso pedir desculpa pela linguagem como já o fiz varias vezes, mas fiquei realmente chateado ao ler o que li. No entanto não retiro uma linha do que escrevi.

1:30 da manhã WEST  
Anonymous Anónimo said...

muito bem, eduardo:

permita-me que me diriga directamente a si através deste blog mas a verdade é que me parece oportuno no seguimento dos seus comements.
De facto, sou levado (re)afirmar que este tipo de linguagem não lhe fica nada bem (nem si nem a ninguém) mas o que realmente me motivou a escrita foi o facto de se te "apresentado".
Pois bem, longe de pensar que desconhece as consequências do não anonimato, permita-me que lhe introduza mais alguns dados nesse seus sistema de raciocínio...
Para alguém que se mostra tão sabedor, tão plural, muito me espanta que o seu trabalho como atleta ou treinador, em nada tenha mudado esse estado actual de "m..." com que caracteriza a patinagem. È de conhecimento geral que o papel dos juízes é ajuizar, mas como muito bem referiu anteriormente o que conta na patinagem são os atletas, por isso, pergunto eu, em que lhe parece contribuir a sua pessoas para o bem-estar dos miudos?
chamando-lhe abelhudos? que patinam como "m..."? enfim, se me permite o desabafo, dispa o fatinho, saia de frente das câmaras, e vista o fato-de-macaco para mostrar aos tais que denomina como os que "teimam em apresentar atletas mal formados em esquemas de merda” como realmente se faz ou ensina patinagem, porque não há conhecimento desse tal feito pela sua parte!
Em relação á sua consciência (e porque não me quero estender muito) permita-me de igual forma que lhe (re)lembre a si e aos que passem os olhos por aqui que ao contrário do que afirma não me parece que ao nível do ajuizamento devesse estar assim tão leve... quando afirma que “Mantenho-me actualizado e sei minimamento o que estou a fazer e quando o faço não só tento justificar ao maximo correctamente o meu trabalho” por certo que (se não me falha a memória) não tenho conhecimento de nenhuma acção de formação na área da patinagem de grupo efectuada, nem tão pouco da sua presença nos últimos campeonatos europeu dessa especialidade. Logo, pergunto eu, com que moral defende esses mesmo ajuizamentos? Isto para não falar de outras determinadas tendências...
Muito mais lhe poderia acrescentar nessa equação que pensa ter resolvida, mas fico-me por aqui. Finalizo, mas não sem antes lhe lançar um repto: se o pagamento pelo ajuizamento é tão baixo e se a qualidade do que é ajuizado é tão má, então o que raio o leva a ser juíz?!


Desculpe a frontalidade, mas não resisti!

4:05 da manhã WEST  
Anonymous Eduardo Medeiro said...

Relativamente ao meu trabalho como treinador, sim tenho trabalho como treinador feito. Não é de grande nivel, MAS apresento poucas atletas e as poucas que apresento são de nivel satisfatorio e o que é apresentado por elas não me envergonha nem a mim, nem a elas, nem ao clube.
Relativamente a patinagem de grupo relembro lhe caso não frequente muito as bancadas... o meu clube foi um dos primeiros a estar em campeonatos desse genero, e eu proprio entrei duas vezes em capeonatos internacionais nessa disciplina da modalidade e relativamente aos internacionais do ano passado tenho uma cassete que lhe poderei gentilmente ceder, ou entao indicar-lhe o contacto da minha colega Juiz arbitro que dirigiu essa prova em portugual este ano pois ela esteve nos internacionais a ajuizar.
Porque ainda ajuizo? Principalmente para ver se ainda se consegue fazer algo pela patinagem... para me manter atualizado... e por algo que muitos desconhecem... mas eu divulgo, algo chamado convivo entre pessoas/amigos. E pode acreditar que apenas isso me leva a juizar, pois como referiu deve saber, uma hora a frente das camaras... paga-me mais que um ano de ajuizamento

Abraço Eduardo

1:39 da tarde WEST  
Anonymous Anónimo said...

So quero dizer que compreendo as palavras duras do Eduardo Medeiros, porque diariamente agridem ANONIMAMENTE juizes que em consciencia fazem apenas e bem, o seu trabalho..
.. e no fundo não há saco que não rebente..
Se de facto a linguagem utilizada é forte.. e não a mais adequada.. os motivos não deixam de ser igualmente duros e saturantes.

1:50 da tarde WEST  
Anonymous Anónimo said...

caro eduardo:
agradeço-lhe a correcção da linguagem! Mas permita-me (de novo) dizer-lhe que para alguém que se diz tão preocuado com o estado da patinagem assumir que ajuiza pelo convívio, não convence!
por certo have´ra locais bem mais apropriados para o convívio que uma cadeira de responsabilidade que é o ajuizamento (do que quer que seja, quanto mais do trabalho de ciranças!)

4:51 da tarde WEST  
Anonymous Anónimo said...

para quem se diz tão sabedor, deveria saber que a patinagem de grupo referida anteriormente não é uma disciplina!
clarificando: por disciplina considera-se patinagem de precisão e patinagem de show! Dividindo-se cada uma delas em diferente competições, nomeadamente precisão junior e senior, assim como, quartetos cadetes, quartetos, grupos cadetes, pequenos grupos e grandes grupos!

4:56 da tarde WEST  
Anonymous Eduardo Medeiro said...

peguem por onde quizerem... em vez de estarem para ai a desmiuçar palavra a palavra... percebam o conteudo, ele está bem claro! mas como sempre... voces adoram é este tipo de coisas... bate bocas! Não tenho nem jeito nem paciencia para isso... exprimi a minha opinião, está bem clara... e para quem me conhece isto já não é novidade! Mas se querem continuar com estas conversinhas... continuem... sempre tenho um passa tempo intressante no final de noite ;)

Beijos

Eduardo M.

9:09 da tarde WEST  
Anonymous Anónimo said...

pronto eduardo.
como viste não é o que tu dizes, mas sim COMO o dizes, que as pessoas te fazem reparos.
é que na tua linguagem foste tão ou mais explicito como aqueles que introduzem nomes de atletas aqui nestes blogs.
percebes?
estamos sempre a aprender...
espero que da proxima vez saibas gerir melhor esse teu ímpeto e chegues a um porto melhor.

abraço.
sou o do 12.21

5:59 da tarde WEST  
Anonymous Anónimo said...

identifica-te ò palhaço!
SOU O DO 12.21??
E tão bonito dizer mal dos outros anonimamente..

9:29 da tarde WEST  
Anonymous Anónimo said...

ó senhor ou senhora do 9.29pm...
ehehe...
chama-me palhaço e diz "é tão bonito dizer mal dos outros anonimamente"...

...nem lhe respondo...

e acho que nem preciso de me identificar, pela sua reacção sabe quem sou. fico contente.

so 1 coisa: meta-se nos seus assuntos que a conversa era entre mim e o eduardo.

10:23 da tarde WEST  
Anonymous Eduardo Medeiro said...

:)LOL ;) Acho que todos nós, apesar de só eu me identificar, sabemos quem somos ;)

Abraço
Eduardo

12:54 da manhã WEST  
Anonymous Patim said...

eis o estado da patinagem! conversa de m... e conclusoes nenhumas.
De um topico interessante passou-se a mariquices de pequenas palavras.
Isto lembra-me de estarmos a debater a tecnica de um salto e preocupar-nos com a influencia da cor da parede do pavilhão nesse mesmo salto.
LOL
E por estas e por outras que não se vai a lado nenhum

10:34 da tarde WEST  

Enviar um comentário

<< Home

Free Hit Counters
Free Counter